ADM Fácil

PNL Empresarial – Programação Neurolinguística nas Empresas

PNL

A Programação Neurolinguística (PNL) estuda a forma como funciona o cérebro e a mente, como são criados os pensamentos, os sentimentos, comportamentos e de que forma podem ser direcionados para funcionar da melhor maneira possível.


A Programação Neurolinguística (PNL) estuda a forma como funciona o cérebro e a mente, como são criados os pensamentos, os sentimentos, comportamentos e de que forma podem ser direcionados para funcionar da melhor maneira possível. É uma abordagem de comunicação criada por Richard Bandler e John Grinder, na década de 1970 com o nome “Neuro Linguistic Programming”.

Pode ser utilizada no campo da aprendizagem, criatividade, gerenciamento, consultoria e em treinamentos empresariais.

Sistemas Representacionais

Através dos cinco sentidos é possível identificar a personalidade de um indivíduo, além de juntar e colher informações sobre as atitudes das pessoas:

  • Sistema Sinestésico: referente ao toque, sensação de equilíbrio e das emoções. As pessoas que têm o sistema sinestésico mais desenvolvido, têm interesse pelas áreas de atletismo, ginástica, esportes em geral;
  • Sistema Visual: referente à imaginação, visualização de nossas imagens internas. Quem desenvolve mais o sistema visual tende a ter interesse em desenhos e decoração. Prefere trabalhos nas áreas de moda, artes visuais, cinema e TV;
  • Sistema Auditivo: referente a falar com você mesmo e ouvir vozes de outras pessoas. As pessoas que têm preferência auditiva, costumam ter interesse em profissões nas áreas de linguística, escrita, treinamento, música, oratória;
  • Sistema Olfativo: pessoas que tendem a se identificar com cheiros, perfumes, fragrâncias. Os grandes desenvolvedores de perfumes têm este sistema bem desenvolvido;
  • Sistema Gustativo: os indivíduos que possuem o sistema gustativo mais desenvolvido costumam sentir os gostos de azedo, amargo, salgado e doce de forma mais aguçada. Geralmente quem tem este sistema bem desenvolvido costumam trabalhar na área de degustação.

Tipos de Aprendizagem

Cada indivíduo tem sua própria forma de aprender, portanto o aprendizado na escola, na empresa ou em qualquer meio deve ser direcionado levando em consideração o meio em que a pessoa tem mais facilidade para aprender, assim conseguirá assimilar as informações com mais facilidade. As pessoas que possuem o sistema visual mais desenvolvido costumam olhar para cima ao pensar. Já quem tem o sistema auditivo mais desenvolvido costuma manter o olhar no horizonte enquanto pensam. As pessoas que possuem o sistema sinestésico mais desenvolvido tendem a falar mais devagar e olham para baixo e para o lado direito enquanto pensam.

Tipos de Inteligência

Há oito tipos de inteligência, todos possuem essas inteligências, algumas mais outras menos desenvolvidas. É importante treinar várias delas para aumentar o campo de aprendizado. Os tipos de inteligência são:

  1. Sinestésica: pessoas que possuem habilidades com as mãos e o corpo. As pessoas que possuem esse tipo de inteligência costumam escolher profissões voltadas para o atletismo, dança, artesanato ou medicina especializada em cirurgias;
  2. Visual: possuem facilidade de desenhar e boa orientação espacial. As profissões mais escolhidas por essas pessoas são na área de fotografia, desenhos e arquitetura;
  3. Linguística: pessoas com facilidade de escrever e de se comunicar. As profissões que geralmente essas pessoas escolhem são as de oradores, atores, professores e escritores;
  4. Musical: indivíduos com alta capacidade de tocar instrumentos musicais e cantar. Geralmente este tipo de inteligência é desenvolvida por músicos, cantores e compositores;
  5. Lógica: pessoas com alta capacidade de raciocinar de forma lógica. Normalmente é bem aproveitada por engenheiros, contadores e administradores;
  6. Interpessoal: capacidade de relacionamento entre pessoas. Normalmente as profissões mais voltadas para este tipo de inteligência são as de professor, vendedor e trabalhadores da área de recursos humanos;
  7. Intrapessoal: pessoas altamente perceptíveis, e equilibradas. Os profissionais com este tipo de inteligência geralmente são psicólogos, terapeutas ou filósofos;
  8. Naturalista: pessoas que gostam da natureza. Geralmente são agricultores, jardineiros e fazendeiros.

Nosso cérebro cria imagens mentais a todo momento, e é dessa forma que nos orientamos. Há duas formas de recebermos os dados pelos nossos sentidos: pelo que vemos e pelo que ouvimos. Nossas frases devem ser ditas de forma a estimular a mente a fazer aquilo que queremos. Muitas vezes ouvimos as pessoas usarem a palavra não, mas essa palavra costuma bloquear nossos pensamentos da seguinte forma:

Na frase: “Não derrube a comida no chão”, nosso cérebro entende “Derrube a comida no chão”, isso porque nosso poder psíquico não visualiza o “não”, apenas o restante da frase. Portanto a forma como nos expressamos, influencia diretamente nas nossas atitudes e nas atitudes que quem nos ouve.

Para que seja assimilado exatamente aquilo que queremos, devemos retirar a expressão “não” das frases que falamos.

Exemplo:

Não cometa erros, ou não passará na avaliação.

No lugar de usar esta frase, seria muito melhor se dissesse:

Acerte o máximo que puder.

Com esta frase você está estimulando a pessoa a ter acertos, pois na primeira frase o que é assimilado é: “Cometa erros”.

Nossa linguagem permite que os pensamentos sejam direcionados, portanto tenha muito cuidado com a forma como se expressa. Algumas palavras devem ser evitadas, são elas:

  • Não: nossa mente não visualiza a palavra não. Na frase “não pense em pizza”, quando falamos esta frase, a primeira coisa em que pensamos é na pizza, é como se o não, não existisse.
  • Tentar: o cérebro entende que a palavra “tentar” dá a entender que há a possibilidade de falhar.
  • Mas: o psíquico acaba entendendo o “mas”, como uma negação da frase toda.

Use sempre palavras no presente, como “quero, vou, consigo, decido” evite “queria, iria, conseguiria, decidiria”.

Como utilizar a Memória

Essas técnicas podem ser usadas individualmente ou em grupo, ajudam no aprendizado escolar, no trabalho ou em atividades cotidianas.

  • Procure relaxar, diminuindo a ansiedade, isso faz com que a mente fique mais aberta a novos conhecimentos;
  • Use técnicas de memorização e ligações mnemônicas, estas técnicas ajudam muito no aprendizado.
  • Procure sempre escrever aquilo que quer lembrar, o fato de escrever, faz com que nossa memória se recorde do que queremos lembrar;
  • Durma bem, quando a pessoa dorme mal, ela fica cansada e isso prejudica no aprendizado;
  • Crie histórias para lembrar de fatos que aconteceram.

O sistema PNL é procurado por professores, pedagogos e gestores. Muito difundido nas áreas de recursos humanos, educação, para treinamentos, vendas e comunicação. PNL traz resultados surpreendentes, pois nos ajuda a usar nosso cérebro com o melhor aproveitamento possível.

Palestra Completa de PNL

Leitura recomendada

Este artigo te ajudou? Esperamos que sim! Compartilhe isso para o mundo: Ficaremos extremamente agradecidos! 👍👍👍

2 comentários

Curta nossa página no Facebook