Pular para o conteúdo

Os 4 Ps do Marketing detalhados

    Máquina de escrever digitando 'marketing'

    Os 4 Ps do Marketing também conhecido como Mix de Marketing e Composto de Marketing, foi criado por Neil Borden em 1949 e amplamente difundido por Philip Kotler. Os 4 Ps representam os pilares das estratégias de marketing, que são: Produto, Preço, Praça e Promoção (Product, Price, Placement e Promotion).

    O grande objetivo na utilização dos 4 Ps do Marketing é fazer com que a empresa se mantenha no mercado, cada vez mais competitivo, mesmo perante as crises que surgem. Esta ferramenta ajuda a alcançar as estratégias traçadas no Planejamento Estratégico, que em conjunto, podem ser consideradas como a base da estratégia de marketing e  com isso, atingir o sucesso.

    A empresa deve analisar cada um dos Ps, inicialmente de forma separada e depois juntar cada resultado e fazer a análise final. Quando as 4 ferramentas são analisadas corretamente, é possível focar no público-alvo e a estratégia se torna um sucesso. Ou seja, ao criar um produto é necessário identificar quem será o consumidor, determinar o preço que corresponda ao praticado no mercado, escolher o local onde os clientes vão procurar para consumir o produto e analisar qual tipo de divulgação que será traçada para atingir o público-alvo.

    Para utilizar os 4 Ps é simples e fácil, porém requer do profissional que utilizará esta estratégia, grande conhecimento do mercado.

    Vamos entender o que significa cada um dos 4 Ps do Marketing, em seguida vamos analisar estas definições.

    Detalhando os 4 Ps

    A partir de agora você verá em detalhes cada um dos 4 Ps do Marketing:

    P de Produto (Product)

    Ao definir o produto, devem ser analisadas quais as qualidades que a concorrência ignora e são valorizadas pelos clientes.

    Apesar se ser definido como produto, também entram nesta categoria os serviços, porque na prática, o produto refere-se a tudo o que a empresa tem a oferecer a seus clientes, ou seja, produtos e serviços.

    Um exemplo de produto são os cartões de crédito que os clientes solicitam através de aplicativos, sem burocracia e sem precisar passar horas dentro de um banco para fazer uma simples solicitação. Este mercado cresceu muito e a tendência é que as instituições financeiras sigam este caminho, caso contrário perderão clientes.

    Todas as características do produto precisam ser pensadas dentro das estratégias de marketing.

    Neste P, deverá ser identificado o produto certo, e isso acontece, quando encontramos o produto que atende às necessidades dos nossos clientes. Além encontrar o produto certo, ele pode ser melhorado mudando a embalagem, o design, a qualidade ou até mesmo oferecendo o produto em diferentes tamanhos.

    Podem ser realizadas algumas perguntas para identificar se o produto ou serviço está seguindo a estratégia correta:

    • Meu produto satisfaz as necessidades do meu cliente?
    • Qual é o diferencial do meu produto?
    • Como é o ciclo de vida do meu produto?
    • Quais são as características técnicas do meu produto?
    • Como é o design?
    • O que faz o cliente precisar do meu produto?
    • Como meu produto se diferencia dos produtos dos meus concorrentes?

    P de Preço (Price)

    Podemos considerar este P como um dos mais importantes do Mix de Marketing, pois refere-se ao valor que será cobrado ao cliente, esta cobrança pode ser feita também através de mensalidades. O preço deve ser definido através de um estudo da estratégia financeira da empresa, pois precisa gerar lucro e ao mesmo tempo valer pelo que está sendo proposto. Caso seja cobrado um valor superior ao valor cobrado pelos concorrentes, você perderá clientes.

    O mais importante ao definir os preços é conhecer o posicionamento da empresa no mercado e caso este posicionamento seja parecido com o dos concorrentes, o preço deve seguir o que o próprio mercado define. Se a empresa conseguir obter diferenciais, terá facilidade em alterar os preços mesmo existindo muitos concorrentes.

    Perguntas que podem ser feitas para identificar o preço:

    • Quanto meu cliente está disposto a pagar por meu produto?
    • O preço cobre os custos gerados? (Não pode estar nem muito acima nem muito abaixo do preço cobrado no mercado, pois precisa ser vendido e precisa gerar lucro).
    • Caso haja uma pequena queda no preço, minha participação no mercado vai aumentar?

    P de Praça (Placement)

    Também é conhecido como ponto de venda ou canal de distribuição. São os pontos onde os clientes têm contato com o produto ou serviço.

    São os pontos onde os produtos são comercializados, ou seja, qualquer local onde os produtos ou serviços ficam visíveis para serem comprados pelos clientes. Também é definido como praça os canais de mídia onde há exposição dos produtos ou serviços.

    Este ponto é muito importante, pois é preciso entender onde encontra-se o público-alvo, para depois fazer a escolha da praça, pois de nada adianta vender artigos de luxo e um bairro onde a população possui baixo poder aquisitivo. Isso faria com que o comércio não conseguisse se manter no mercado.

    Perguntas que podem facilitar a encontrar a praça:

    • Meus produtos possuem fácil acesso aos meus clientes?
    • Onde os clientes vão buscar meus produtos ou serviços?
    • Estou considerando o local de distribuição do meu produto?
    • A reposição do meu produto será rápida caso esteja em determinada praça?
    • Onde estão localizados os meus concorrentes?

    P de Promoção (Promotion)

    Referente às estratégias de divulgação. Promoção não é apenas os canais de comunicação, mas também o que “falam” a respeito da empresa e a linguagem usada para atingir o público-alvo. A promoção pode ser realizada através de marketing digital, redes sociais, e-mail marketing ou através de anúncios em televisão e rádio.

    Também se caracteriza como Promoção os descontos aplicados a um produto ou serviço, geralmente estes descontos ocorrem porque será lançado um novo produto no mercado ou quando a empresa quer “limpar” o estoque.

    Na Promoção devem ser encontradas as estratégias para promover os produtos e gerar interesse dos clientes nos produtos ou serviços oferecidos.

    Como identificar se a Promoção está sendo realizada corretamente?

    • Onde será anunciado meu produto ou serviço?
    • É mais fácil me comunicar com meus clientes através de qual meio de comunicação?
    • Qual é a melhor época para realizar a divulgação? Há alguma sazonalidade no meu mercado?
    • Como meus concorrentes fazem suas promoções?

    Como Funciona o Composto de Marketing?

    Vamos mostrar dois exemplos para facilitar o entendimento:

    Estratégia 1 – Cidra Cereser
    Vamos analisar os 4 Ps do Marketing aplicados a este produto.

    Cidra Cereser
    Cidra Cereser

    Mercado: Pessoas de baixo poder aquisitivo, que querem fazer algum tipo de comemoração.

    Produto: Espumante de fácil acesso.

    Preço: de R$ 6,50 a R$ 12,90 (dependendo do concorrente que está comercializando o produto).

    Praça: Supermercados populares.

    Promoção: Divulgação “boca a boca” pelos próprios clientes e comerciais de TV incentivando festas, principalmente nos finais de ano.

    Estratégia 2 Champagne Cristal
    Vamos analisar os 4 Ps do Marketing aplicados a este produto.

    Champagne Cristal
    Champagne Cristal

    Mercado: Cliente com alto padrão de consumo.

    Produto: Champagne

    Preço: De R$ 1.599,90 a R$ 1.832,00

    Praça: Restaurantes e casas noturnas de luxo.

    Promoção: Comercializado por empresas sofisticadas da área de bebidas, a promoção é feita através de divulgação na internet e diretamente nos vendedores que indicam os produtos aos consumidores.

    Qual das duas estratégias está correta?

    As duas estratégias estão corretas, pois os 4 Ps do Marketing são definidos pelo posicionamento da empresa dentro do mercado em que está inserida. O Mix de Marketing contribui para que a empresa identifique a necessidade do cliente e crie estratégias que mostrem ao público-alvo que o produto ou serviço é exatamente aquilo que ele precisa.

    Caso Havaianas: Exemplo de Utilização dos 4 Ps

    No Brasil, este é um dos exemplos mais utilizados por estudiosos dos 4 Ps do Marketing, pois é um dos maiores casos de reposicionamento de marca que o país já teve.

    Nos anos de 1980, a marca vendia sandálias para a população mais carente, possuía preços populares. Existiam no mercado apenas sandálias nas cores azul com branco, preto com branco e amarelo com branco. Eram vendidas em lojas varejistas mais populares. A promoção era feita através da televisão, com comerciais gravados por Chico Anysio, que era um humorista muito popular na época.

    Sandálias Havaianas
    Sandálias Havaianas

    Com o passar dos anos, a marca começou a utilizar os 4 Ps e mudou toda a linha de produção. Começou a criar modelos diferentes e com várias estampas. Com esta mudança no produto, o preço das sandálias subiu e as pessoas passaram a ter interesse em adquiri-las. Foram criadas lojas próprias e começaram a exportar os produtos. Esse crescimento se deu devido a uma promoção muito bem elaborada, onde dizia: “Havaianas, todo mundo usa”. Hoje, as sandálias são artigos de luxo.

    A importância dos 4 Ps do Marketing

    Os 4 Ps do Marketing devem ser analisados em conjunto, pois todas as decisões tomadas afetam o planejamento, o posicionamento da empresa no mercado e a segmentação do público-alvo, portanto se forem analisados separadamente, os resultados provavelmente não serão satisfatórios.

    É muito importante entender que os 4 Ps se relacionam entre si, portanto, se houver uma alteração no preço podem ocorrer mudanças no produto, na praça e na promoção.

    Além de projetar os 4 Ps da sua empresa é importante fazer também os 4 Ps dos concorrentes, assim você consegue identificar os pontos forte e fracos deles e com isso, facilitar na estratégia da sua empresa, pois assim, consegue atuar em campos diferentes onde os concorrentes não atuam.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *