ADM Fácil

Objetivos da Cultura Organizacional

Cultura Organizacional

A cultura organizacional tem o objetivo de identificar como os funcionários compreendem as características da cultura da organização onde trabalham. Mostra os padrões culturais através das opiniões e percepções de seus colaboradores.

Para que a cultura organizacional seja um preceito de significados, com crenças e valores mantidos pelos colaboradores, precisa que seja realizada uma análise detalhada e que sejam estabelecidas as características que a organização valoriza. Para começar é muito importante que a gestão faça as seguintes perguntas:

  • A organização estimula o trabalho em equipe?
  • Ela recompensa a inovação?
  • A iniciativa é incentivada?

Existem algumas características, que em conjunto, englobam a essência da cultura organizacional e identificá-las é de suma importância:

  • Se os colaboradores são estimulados a assumir riscos e a inovar;
  • Se cada colaborador analisa e detalha as atividades diárias;
  • Se os colaboradores têm dedicação aos resultados, mais que dedicação aos processos;
  • Se o grau de decisão é voltado para o resultado nas pessoas;
  • Se o grau de atividades é voltado para as equipes;
  • Se há competitividade entre os colaboradores.

Uma cultura organizacional fortalecida terá muita influência sobre o comportamento de seus colaboradores, com isso acaba reduzindo a rotatividade dentro da organização.

A integração entre colaboradores ajuda a transmitir os valores e a incorporar os novos membros. O setor de Recursos Humanos tem um importante papel na construção da identidade organizacional, através do recrutamento, seleção, treinamento, desenvolvimento de pessoal, também nas políticas de remuneração e carreira que deixam claros os objetivos organizacionais e que estimulam a participação dos colaboradores em todos os setores, facilitando o diálogo.

Elementos que compõem a Cultura Organizacional

Valores – são as crenças e os conceitos básicos de uma organização. São os valores que definem o sucesso de forma visível para os funcionários e estabelecem regras que devem ser seguidas na organização. Ou seja, os valores norteiam os colaboradores, como se fossem um guia de comportamento. A organização deve definir bem seus valores para não os trocar com frequência, assim eles se tornam mais fortes e conseguem ter maior poder de penetração, crescimento e expansão.

O compartilhamento de valores faz diferença nos resultados da empresa, e cria ligação entre os valores organizacionais e os valores pessoais, isso se faz através do sentimento de sucesso pessoal, do compromisso organizacional, no comportamento ético, nos objetivos organizacionais, na confiança e no entendimento de valores organizacionais.

Crenças – são as opiniões seguidas com convicção. Cabe aos administradores reforçar essas crenças através de seus discursos e suas práticas. Atitudes que levam os colaboradores a entender que trabalham em uma ótima empresa são essenciais, mostram que os gestores estão preocupados com as pessoas enquanto indivíduos, que são abertos para a inovação, estimulam à comunicação e demonstram crescimento, as pessoas gostam de trabalhar em empresas bem-sucedidas.

A cultura organizacional é desenvolvida para expressar ao ambiente externo, aquilo que é compartilhado internamente. Para que funcione, é necessário que seja compartilhada uma linguagem comum entre todos os níveis hierárquicos, sejam definidas as autoridades sem tirar o poder de todos nas tomadas de decisões, haja recompensas e punições com critérios definidos e maturidade para lidar com questões não lógicas.

Mudanças comportamentais não geram obrigatoriamente mudanças culturais. A cultura vem da união de pressupostos que seus fundadores, gestores e empregados têm quanto suas experiências. Quanto mais clara a cultura organizacional mais forte será.

Desde a seleção de pessoal já é possível trabalhar a cultura organizacional, é neste momento que os empregados escolhem a empresa onde vão trabalhar com base na percepção que seus valores são condizentes com a organização. Evidências comprovam que é mais fácil a cultura modificar o executivo do que o executivo conseguir modificar toda a cultura da organização. Dificilmente qualquer coisa menor que uma forte crise econômica consiga mudar a cultura organizacional.

Este artigo te ajudou? Esperamos que sim! Compartilhe isso para o mundo: Ficaremos extremamente agradecidos! 👍👍👍

Enviar comentário

Curta nossa página no Facebook