A importância das 7 Ferramentas da Qualidade

As 7 Ferramentas de Qualidade foram criadas por Kaoru Ishikawa, um conhecedor do controle de qualidade no Japão, ele organizou estas ferramentas para criar meios mais fáceis para que qualquer pessoa, mesmo com pouco conhecimento, seja capaz de analisar dados importantes de uma empresa.

Desde que as ferramentas foram desenvolvidas, elas passaram a ser utilizadas por muitas empresas de diferentes tamanhos e mercados, e por vários níveis operacionais. Conforme o que Ishikawa afirma, cerca de 95% dos problemas que ocorrem dentro de uma organização conseguem ser resolvidos utilizando as 7 Ferramentas da Qualidade.

Conheça as 7 ferramentas da qualidade

Abaixo vamos analisar cada uma destas ferramentas:

1. Curva ABC ou Diagrama de Pareto

A Curva ABC prioriza os problemas que possuem maior impacto no resultado, mostra a distribuição dos objetos e os organiza de forma decrescente. Muito utilizada para definir os problemas e suas prioridades e determinar a frequência desses problemas no processo.  É representada por gráficos que ordenam as ocorrências dos problemas de maior frequência para os de menor frequência.

Gráfico - Curva ABC
Gráfico Demonstrativo – Curva ABC

2. Diagrama de Ishikawa ou Diagrama de Causa e Efeito

Esta ferramenta tem a finalidade de listar a quantidade de causas potenciais dos problemas que serão analisados. Permite que uma equipe identifique, explore e apresente detalhadamente todas as possíveis causas relacionadas a um problema. É representado de forma simples, em um diagrama com formato de espinha de peixe, onde é possível visualizar os problemas com facilidade.

Diagrama Ishikawa

3. Diagrama de Dispersão

Verifica a relação dos problemas analisando duas variáveis. Este diagrama propõe que quanto mais próximos os pontos estiverem em uma linha diagonal, mais estreita será a relação de um para o outro. É representado através de gráficos onde duas variáveis são avaliadas.

Diagrama de dispersão
Diagrama de dispersão

4. Histograma

Avalia a distribuição de dados através de um caminho de simples compreensão. Ajuda a identificar a causa dos problemas de um processo. É representado por diagramas de barras onde são analisadas as frequências dos dados acumulados, é a forma mais fácil de avaliar a distribuição de dados.

Histograma
Histograma

5. Fluxograma

Esta ferramenta possibilita ter uma visão geral do processo por onde passa o produto, permite analisar os limites e as fronteiras. É representado através de símbolos gráficos onde são detalhados todos os passos de um processo. O objetivo é mostrar de forma simplificada o fluxo de informações e a sequência operacional que identifica o trabalho que é executado.

Fluxograma
Fluxograma

6. Carta de Controle

É utilizada para determinar se um processo irá produzir produtos ou serviços de qualidade, mensuráveis e consistentes. É representada por gráficos construídos a partir das informações variáveis de produtos ou serviços. Os dados podem ser representados através de gráficos de barras, de linhas, de pizza ou gráficos de controle. Esta ferramenta permite ao usuário monitorar, controlar e melhorar o desempenho do processo ao longo do tempo, avaliando a variação e sua fonte.

Carta de controle
Carta de controle

7. Folha de Verificação

Esta ferramenta facilita a coleta de dados dos problemas identificados, mostra a história e o padrão de variações. Costuma ser utilizada no início do processo de mudança para identificar os problemas e recolher dados com facilidade. É representada por tabelas ou planilhas.

Folha de verificação
Folha de verificação

Benefícios gerados ao aplicar as 7 Ferramentas da Qualidade

A maior parte dos problemas relacionados à qualidade podem ser resolvidos com a utilização destas 7 ferramentas, é importante verificar que cada ferramenta deve ser aplicada de forma específica, ou seja, cada problema deverá ser tratado individualmente para que a escolha da ferramenta seja a mais adequada para a situação abordada. Os principais benefícios ao utilizar estas ferramentas são:

  • Aumento do nível de qualidade dos produtos ou serviços;
  • Redução de custos;
  • Identificação dos problemas no processo;
  • Identificação de problemas com fornecedores;
  • Identificação de problemas com distribuidores;
  • Identificação das causas na raiz do problema;
  • Melhoria na cooperação entre colaboradores;
  • Projetos executados de forma eficiente.

Na prática as 7 ferramentas são utilizadas para analisar todo o processo de produção, identificar os problemas, as falhas no controle de qualidade dos produtos e propor soluções para evitar que os problemas gerem prejuízos e perda de clientes. As ferramentas ajudam a organizar as informações coletadas, de forma que seja fácil a compreensão e a solução dos problemas.

Deixe um comentário