Pular para o conteúdo

Contabilidade Fiscal para Médicos: o que você precisa saber

    Contabilidade Fiscal para Médicos

    Médicos ambiciosos estão sempre buscando maneiras de maximizar seu tempo e recursos a fim de oferecer o melhor atendimento possível. Há muitas informações sobre como ter sucesso em sua prática médica, mas com tantas distrações pode ser difícil encontrar as informações mais importantes. Para ajudá-lo a tomar melhores decisões, criamos este guia para cobrir todas as bases da contabilidade fiscal para médicos. A partir do conhecimento das contas em que cada tipo de despesa entra, calculando se você tem um excedente ou déficit operacional e determinando o que você precisa saber antes de adquirir novos equipamentos, leia mais sobre contabilidade fiscal para médicos e também encontre algumas dicas úteis de nossa equipe de especialistas ao longo do caminho.

    O que você precisa saber sobre Contabilidade Fiscal para Médicos

     A contabilidade de sua prática médica pode ser um processo complicado. Há várias coisas que você precisa saber antes de começar a calcular seus lucros e perdas. É aqui que entra em jogo o aspecto financeiro de administrar sua prática médica. A ideia chave por trás da contabilidade é acompanhar todos os seus registros, receitas e despesas a fim de gerar dados que o ajudarão a tomar melhores decisões sobre como administrar sua prática clínica.

    Contabilidade para Médico
    Contabilidade para Médico

    É importante que os médicos entendam os tipos de contas que podem ter para que possam identificar adequadamente a fonte de suas receitas e custos. Existem cinco tipos diferentes de contas: contas de ativo, passivo, patrimônio líquido, receita e despesa. Os ativos contabilizam coisas como dinheiro em espécie ou dinheiro em caixa; os passivos contabilizam dívidas do proprietário ou da empresa; as contas patrimoniais são frequentemente divididas em duas partes: patrimônio líquido do parceiro (que é dinheiro investido pelos parceiros) e lucros acumulados (dinheiro que sobra dos lucros); as contas de renda acompanham os lucros e perdas; as contas de despesas incluem qualquer custo associado à operação da empresa.

    Entendendo o valor de uma prática médica

     Quando você está pensando em vender ou comprar uma clínica médica, há muitos fatores que entram na decisão.

    O valor de um consultório médico é determinado por quatro fatores principais:

    • A renda líquida gerada pelo consultório médico
    • A quantidade de tempo e energia necessários para dirigir o consultório médico
    • Os serviços prestados pelo médico, além de seu papel como proprietário na prática médica
    • Se, devido a mudanças nas leis ou regulamentos, é provável que sua base de clientes venha a mudar no futuro.

     Quais despesas são dedutíveis de impostos?

     O IRS define uma “prática médica” como um consultório médico, clínica de saúde ou hospital. Isto inclui os salários e salários do pessoal do escritório, custos administrativos (como papel) e quaisquer outras despesas relacionadas com o funcionamento de sua clínica.

     As despesas que não são dedutíveis de impostos incluem:

    • Alimentos para os pacientes
    • Despesas de entretenimento (por exemplo, filmes)
    • Presentes que excedam 25 dólares em valor
    • Taxas de estacionamento permitidas para o uso privado de seu carro pessoal
    • O custo de operação de um veículo quando a maioria das milhas percorridas é utilizada para fins comerciais.

     Que despesas não precisam ser declaradas em uma declaração de impostos?

     Há uma série de despesas que não precisam ser declaradas em uma declaração de impostos. Estas incluem:

    • Despesas com juros sobre financiamentos, empréstimos e cartões de crédito
    • Deduções razoáveis de despesas de vida para o ano
    • Presentes para instituições de caridade elegíveis
    • Despesas médicas não relacionadas ao emprego (por exemplo, maternidade ou odontologia)
    • Uso pessoal de bens ou equipamentos do empregador, como um carro
    • Venda de bens de capital, tais como imóveis ou ações
    • O custo de manter ou melhorar um ativo, que normalmente só é dedutível durante sua vida útil (por exemplo, reparos)

    Como calcular um excedente ou déficit operacional

    É importante saber qual é o seu excedente ou déficit operacional para que você possa tomar as melhores decisões para sua prática médica. Este cálculo é uma boa maneira de medir quão bem sua empresa está se saindo.

     Você precisa saber sobre depreciação antes de comprar equipamentos?

    Uma das primeiras coisas que você vai querer saber antes de fazer uma compra é se o equipamento é totalmente dedutível no ano corrente. Se não for, então você precisará entender como a depreciação afeta sua declaração de impostos. A depreciação é a diminuição do valor de um ativo ao longo do tempo e é calculada dividindo seu custo pela sua vida útil estimada. Por exemplo, se você gastar US$ 4.000 em equipamentos e estimar sua vida útil em 10 anos, então sua despesa de depreciação para esse item seria de US$ 400 por ano.

    Pode parecer um número pequeno por mês ou até mesmo por ano, mas com o tempo pode somar – o que significa que você pode querer considerar depreciar este tipo de equipamento por um período de tempo mais longo (o que reduzirá sua renda tributável).

    É importante conhecer este tipo de detalhes para que você não se surpreenda com uma conta de impostos imprevistos no final da linha!

     Conclusão

    As práticas médicas estão lutando para sobreviver em um mundo de custos crescentes e reembolsos decrescentes. Mas a boa notícia é que existem maneiras de manter o consultório em funcionamento. Com responsabilidade fiscal adequada e contabilidade adequada, os médicos podem se recuperar e continuar a fornecer cuidados de saúde de qualidade para seus pacientes.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *