Compliance Officer: O que é? Funções, Salário, Significado, etc…

O Compliance Officer ou Chief Compliance Officer (CCO) é o profissional tem a função de acompanhar se todas as atividades desempenhadas pelos funcionários de uma empresa estão dentro dos regulamentos e de acordo com a lei.

Desde que a corrupção se tornou um assunto discutido diariamente na mídia, as empresas começaram a se preocupar com o tema e com isso a demanda por executivos responsáveis pelo gerenciamento e pela supervisão empresarial começou a crescer exponencialmente.

Este profissional acaba sendo um consultor, com responsabilidades administrativas e jurídicas, por este motivo, geralmente quem ocupa este cargo são administradores ou advogados.

Para ocupar um cargo tão importante dentro de uma organização, o profissional precisa possuir conhecimento na área em que a empresa está inserida, conhecimento legislativo e financeiro, além de possuir bom relacionamento com os funcionários.

O que faz um Compliance Officer?

Este profissional cria um plano de trabalho que garante o controle interno e externo da empresa. Para tanto, o profissional da área deve conhecer as atividades diárias, conhecer os funcionários e analisar todos os tipos de riscos que a empresa está sujeita. Portanto este cargo exige que o profissional seja de total confiança, muitas vezes é desenvolvido pelo CEO, devido ao tamanho da responsabilidade em assumir tal tarefa.

Possui a função de implementar um programa de integridade, onde a empresa é informada sobre os riscos observados, relatando a obrigação em controlar e cumprir as leis e os regulamentos. A responsabilidade do Compliance Officer e de sua equipe engloba o monitoramento diário das atividades previstas.

Caso preste serviço como consultor externo, também possui a responsabilidade de controlar, vigiar e comunicar as irregularidades.

No caso de prestar serviços a empresas governamentais, é muito importante que seja implantada uma fiscalização anticorrupção. Este assunto está crescendo muito no Brasil devido aos vários envolvimentos de empresas privadas que prestam serviço a empresas públicas e que foram alvo de investigação por corrupção.

Desta forma, a principal função do Compliance Officer é atuar como um conselheiro e em casos onde não sejam cumpridos os princípios éticos é dever do profissional orientar a empresa quanto às medidas que devem ser tomadas. E permanecendo o descumprimento é obrigação do profissional informar à justiça sobre o ocorrido.

Este profissional também deve analisar os impactos e probabilidades no processo de gestão, procurando aumentar a eficácia e o procedimento de segurança interna.

Compliance Officer

Quais as habilidades precisa ter um Compliance Officer?

Como é um cargo de extrema confiança, é indispensável que seja um profissional ético e íntegro. Precisa ter facilidade de comunicação e bom relacionamento com todos os funcionários.

É responsável pela gerência da legislação do negócio, e isto exige que o profissional possua autoridade, ou seja, é o profissional que sabe aplicar a lei para que a empresa possa trabalhar com o menor risco possível de infringir as normas.

Deve possuir alta capacidade de negociação e de convencimento para que sejam tomadas as melhores decisões, mesmo que não sejam àquelas que a maioria prefere.

Nas atividades diárias, o profissional precisa lidar com conhecimentos jurídicos, administrativos e contábeis.

O Compliance Officer além de analisar regulamentos, deve antecipar-se ao que pode acontecer e ao que pode refletir diretamente na organização. Descobrir o que é improvável e imprevisível e se preocupar também com o que é incalculável.

No dia-a-dia, o profissional vai desempenhar diferentes papéis, dentre eles:

  • Conselheiro – Através de seus conhecimentos, orienta de maneira adequada quanto às dúvidas que surgem;
  • Facilitador – O profissional deve ser um parceiro na resolução dos problemas, buscar soluções cabíveis para atingir os objetivos da organização e garantir que os princípios éticos sejam mantidos dentro da empresa.
  • Sensibilizador – Deve possuir argumentos consistentes para envolver os funcionários de forma que eles possuam interesse em manter os mecanismos de integridade sempre ativos.

Quanto ganha este profissional?

No Brasil o salário de um Compliance Officer varia de R$ 6.500,00 à R$ 20.000,00. Esta variação se deve a vários fatores, entre eles:

  • Formação e capacitação profissional;
  • Experiência profissional;
  • Tamanho da empresa.

Este mesmo profissional se for contratado por uma empresa nos Estados Unidos vai receber entre U$ 60.000,00 e U$ 140.000,00.

O que preciso para ser um Compliance Officer?

Como falado anteriormente, você precisa ter vasto conhecimento em direito empresarial, administração e contabilidade. Caso você seja formado em alguma destas áreas, há cursos de pós-graduação que vão aprimorar ainda mais seus conhecimentos. Você pode fazer o curso MBA em Compliance e Gestão de Riscos ou o MBA Master of Business Administration, ambos trarão grande conhecimento na área.

Pode também apostar em um mestrado em Gestão de Negócios ou em Ciências Jurídicas.

Onde fazer cursos para se especializar na área?



Deixe um comentário