ADM Fácil

Análise SWOT de uma Empresa (Matriz FOFA)

SWOT

É uma ferramenta que ajuda a desenvolver o planejamento estratégico da empresa. Análise SWOT refere-se à sigla:

S – Strengths – Forças
W – Weakness – Fraquezas
O –  Opportunities – Oportunidades
T  –  Threats – Ameaças

Traduzindo para o português, é chamada de Matriz FOFA:

F – Forças
O – Oportunidades
F – Fraquezas
A – Ameaças

A Análise SWOT ou Matriz FOFA é muito utilizada quando o administrador precisa tomar alguma decisão importante dentro da empresa, para isto é necessário pensar na situação atual da instituição, avaliar os prós e contras, assim como avaliar o impacto que será gerado às pessoas envolvidas.

Antes de tomar qualquer decisão, o gestor deve avaliar o cenário em que o negócio está inserido, para que com as informações levantadas possa tomar a decisão acertada e levar a empresa à ascensão. A análise SWOT, é uma das ferramentas mais utilizadas para fazer esta avaliação.

A Análise SWOT ajuda a diagnosticar o ambiente que envolve a empresa, com isso é possível ter base para planejar as estratégias que serão adotadas.

A Análise SWOT ou Matriz FOFA é importante em várias situações, entre elas:

  • Identificar a posição da empresa em relação aos concorrentes;
  • Ter mais segurança na tomada de decisão;
  • Conhecer o cenário em que a empresa se encontra;
  • Apontar alternativas de ações.

É um método muito simples, por este motivo, tornou-se popular, pois em qualquer situação onde haja necessidade de tomar decisões, a análise SWOT pode ser aplicada.

Pode ser feita pelos gestores, mas é muito importante que os responsáveis por cada área estejam envolvidos no processo, pois são eles que possuem conhecimento técnico sobre as necessidades do seu setor de trabalho.

A Análise SWOT foi criada em forma de matriz justamente para facilitar na produção e na análise dos dados, desta forma ela fica intuitiva e de fácil aplicação.

Análise SWOT na prática

Como analisar os dados?

Para começar, deve ser feita a análise do ambiente interno, é esta análise quem aponta as Forças e Fraquezas da empresa, em seguida é analisado o ambiente externo, onde são identificadas as Oportunidades e Ameaças.

O ambiente interno refere-se a todos os fatores que a empresa pode intervir. Exemplo:

  • funcionários,
  • equipamentos,
  • sistemas de gestão,
  • tecnologias utilizadas,
  • clientes,
  • investimento,
  • filiais,
  • políticas de vendas.

No ambiente interno serão encontradas as Forças e Fraquezas.

O ambiente externo refere-se aos fatores que a empresas não controla. Exemplo:

  • crises econômicas,
  • taxas de juros,
  • políticas ambientais,
  • clima,
  • mudanças na legislação. 

No ambiente externo são encontradas as Oportunidades e Ameaças.

A seguir vamos analisar cada um deles:

A parte mais fácil na utilização da Análise SWOT é o uso da Matriz. O que muitas pessoas podem ter dificuldade é na reflexão das situações. O modelo pode ser aplicado em qualquer análise desde a abertura de um pequeno comércio à gestão de uma multinacional.

Forças

São todas as características internas que geram vantagem competitiva sobre os concorrentes. Exemplo: Uma faculdade que tem um corpo docente muito qualificado ou um hotel com localização privilegiada em relação aos concorrentes.

Algumas perguntas que podem ser feitas para facilitar a identificação das Forças:

  • Em quais atividades a empresa mais se destaca?
  • Quais são as maiores vantagens competitivas?
  • Quanto os clientes estão dispostos a manter fidelidade à empresa?
  • Quais os melhores recursos disponíveis?
  • Quais os melhores produtos ou serviços?

Fraquezas

São as características internas que desfavorecem a empresa em relação aos concorrentes. Exemplo: Uma fábrica com localização distante dos centros de consumo ou uma faculdade com cursos oferecidos em horários que dificultam que os alunos permaneçam matriculados. Nas duas situações, após identificar os problemas, a empresa pode adotar medidas para mudar a situação.

Algumas perguntas que podem ser feitas para facilitar a identificação das Fraquezas:

  • Quão qualificada é a mão-de-obra da empresa?
  • Por que os clientes estão escolhendo a concorrência?
  • Quais os problemas identificados nos treinamentos de pessoal?
  • A matéria-prima utilizada pela empresa é de qualidade?
  • A empresa conhece os concorrentes?

Oportunidades

São os fatores externos que estimulam uma situação favorável à empresa. No exemplo anterior, falamos de uma faculdade que oferece cursos em um horário que não é muito favorável para os alunos continuarem estudando, porém, caso a faculdade ofereça desconto aos alunos para que permaneçam estudando naquele horário, pode ser uma oportunidade de manter os alunos matriculados.

Algumas perguntas que podem ser feitas para facilitar a identificação das Oportunidades:

  • Em que as mudanças na política econômica beneficiam a empresa?
  • A ampliação de crédito ao consumidor vai aumentar a quantidade de clientes?
  • Como os investimentos externos vão contribuir para o crescimento da empresa?
  • Há algum evento na região que possa alavancar as vendas?

Ameaças

São os fatores externos, que criam um ambiente desfavorável à empresa. Um exemplo é a alta do dólar que prejudica as vendas nas agências de viagens.

Algumas perguntas que podem ser feitas para facilitar a identificação das Ameaças:

  • Quem são os novos concorrentes?
  • As mudanças nas leis podem prejudicar a empresa? Por quê?
  • A variação cambial pode atrapalhar a compra de matéria-prima?

Como fazer a Análise SWOT?

O segredo da Análise SWOT é cruzar as informações obtidas e estudar quais os planos de ações serão melhores para a empresa. Outro plano de ação muito importante para o desenvolvimento da empresa é a ferramenta 5W2H.

Você precisa definir a forma como as Forças vão proteger a empresa das Ameaças e fortalecer as Oportunidades; definir também como as Fraquezas não vão fortalecer as Ameaças e prejudicar as Oportunidades. Para tanto, é importante seguir alguns passos:

  • Definir as forças e fraquezas;
  • Definir as oportunidades e ameaças;
  • Fazer a planilha com os dados coletados;
  • Correlacione os dados com a matriz.
Matriz Swot
Matriz SWOT

Como transformar a Análise SWOT em ações estratégicas?

Para iniciar, deverão ser avaliadas como as Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças se relacionam entre si. Mas como fazer isso? Simples, maximizando os pontos positivos e minimizando os pontos negativos.

Por exemplo, analise suas Forças e verifique de que forma elas podem fortalecer o negócio, usufruindo as Oportunidades que foram identificadas, em seguida faça esta análise entre as Forças e as Ameaças, entre as Fraquezas e as Oportunidades e por último entre as Fraquezas e as Ameaças.

Forças + Oportunidades: Aqui serão verificadas quais as Forças da empresa que podem ser utilizadas para aumentar as Oportunidades.

Forças + Ameaças: Identificar quais as Forças da empresa que vão diminuir o impacto causado pelas Ameaças.

Fraquezas + Oportunidades: Analisar quais as Fraquezas podem ser minimizadas através das Oportunidades identificadas pela empresa.

Fraquezas + Ameaças: Identificar de que forma podem ser diminuídas as Fraquezas e o impacto das Ameaças.

Através da Análise SWOT, é possível conhecer a realidade da empresa, e com isso, tomar decisões baseadas nos dados coletados. Aproveite ao máximo esta ferramenta, pois ela pode ser utilizada na tomada de decisões, e também para conhecer melhor seu negócio, procure envolver os funcionários com este conhecimento, isto ajudará muito na motivação deles. Não esqueça que a Análise SWOT é uma aliada no planejamento empresarial.

Leitura recomendada

Este artigo te ajudou? Esperamos que sim! Compartilhe isso para o mundo: Ficaremos extremamente agradecidos! 👍👍👍

Enviar comentário

Curta nossa página no Facebook